No dia 16 de maio de 2012, estiveram no Museu Casa da Hera (IBRAM/ MinC), a Sra. Katia Johansen, Presidente do Comitê de Indumentária do Conselho Internacional de Museus – ICOM, a Sra. Izabel Alvarado Curadora de vestuário do Museo Historico Nacional de Santiago, Chile, e a Sra. Rita Andrade que é professora da Universidade Federal de Goiás e trabalha como consultora de coleções de indumentária. Elas foram recebidas pela Diretora Daniele de Sá, a Educadora Cinthia Rocha e a Museóloga Aline Bougleux.

A visita técnica teve por objetivo conhecer o Museu e, em especial, parte de sua coleção de indumentária, que conta com peças assinadas por grandes mestres do século XIX, como A. Felix Brevet, Rouff e Charles Worth, considerado o “pai da alta costura” e dos desfiles de moda com modelos.

A coleção de indumentária da Casa da Hera é constituída por peças muito variadas, que vão desde trajes para passeio, montaria, festas e roupas para dormir, além de acessórios como sapatos, sombrinhas, chapéu e leques. Essa variedade agrega valor à coleção, já que é difícil encontrar reunidas peças que cubram contextos tão diversos. Os trajes têm procedência francesa ou correspondem ao padrão de moda francês das últimas décadas do século XIX e primeiras do século XX, um momento em que, no cenário europeu, Paris era o centro da Alta Costura e ditava os critérios de elegância.

Primeiramente, esta comitiva visitou o espaço de exposições de longa e curta duração. Logo após, puderam apreciar algumas peças da Coleção de Indumentária, selecionadas exclusivamente para esta visita: oito das nove peças do costureiro Charles Worth, existentes no acervo, a coleção de sapatos e um casaco da Maison de Rouff, além de outras peças de profunda beleza.

Todas demonstraram grande admiração pela coleção e falaram da importância desses artefatos em uma instituição brasileira.

A Sra. Kátia Johansen, Presidente do Comitê de Indumentária do ICOM deu sugestões valiosas sobre acondicionamento, boas dicas no auxílio da conservação das peças, além de se comprometer em divulgar o Museu internacionalmente.

Essa visita vem ao encontro com o desejo desta gestão, de estreitar os laços com profissionais especializados nessa área de conhecimento, visando o incentivo à pesquisa, a maior divulgação e reconhecimento do acervo e o intercâmbio de técnicas e informações.

Anúncios